O Jornal Tocha da Verdade é um periódico trimestral independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Carta de Smith Wigglesworth

Esta carta foi escrita por SMITH WIGGLESWORTH para o Sr. E Sra. Boddy. Ele versa sobre a trajetória pela qual passou nosso nobre encanador em busca de uma experiência profunda no Batismo do Espírito Santo. Foram anos, meses, dias e horas em busca do fogo pentecostal encontrado num momento em que o Senhor julgou oportuno para o revestir de poder. Leia e deleite-se com sua narrativa, pois Wigglesworth foi um dos maiores evangelistas do século XX.

QUERIDO SENHOR. & SRA. BODDY,

Após 7 dias completos da gloriosa presença da Glória de Deus, que repousa sobre mim, eu vos envio este testemunho para a Glória de Deus. Durante 3 meses tenho sido exercitado sobre o pleno Pentecostes. Eu tive o claro testemunho do Batismo do Espírito Santo há 14 anos, em julho, e isso trouxe uma maravilhosa manifestação de Deus em dons especiais aos doentes, e uma vida constante, buscando trazer outros para Jesus. Mas de vez em quando, quando lia os Atos dos Apóstolos, eu sempre via que os sinais não estavam seguindo como eu sou levado a acreditar que deveria ser depois de um Pentecostes real, de acordo com Marcos 16. O desejo aumentou cada vez mais na minha alma, dando-me um santo clamor após esta clara manifestação. Eu visitei reuniões em Londres, Sunderland e outros lugares, mas sempre soube que eles não estavam buscando o Pentecoste. Parecia uma grande quantidade de carta, mas muito pouco do espírito que daria aos famintos e necessitados um Batismo de Fogo que consumiria distinções, ofício e aparência de orgulho e evidências de posição social.
Hoje estou realmente vivendo nos Atos dos Apóstolos. Estou falando em novas línguas, o Fogo Sagrado da Presença de Deus me enche até que minha pena se move para a glória de Deus, e todo o meu ser está cheio da Presença do Espírito Santo. Quase sou eu levado a acreditar que 20 anos não é muito tempo para esperar a Santa Unção de Deus, o Espírito Santo.
Na sexta-feira, 25 de outubro de 1907, tivemos uma reunião especial na Sala da Missão, Bowland Street, Bradford, e depois de esperar cerca de 2 horas, a Presença de Deus veio de uma maneira maravilhosa e me deu um movimento como no início. Eu compreendia perfeitamente o brilho e a Santa Presença. Isso foi sentido por outros, também. No sábado, eu e um amigo fomos para Sunderland esperar o Pentecostes em Todos os Santos, na Igreja do Sr. Boddy. Nós tínhamos ouvido muito sobre este trabalho abençoado e fomos encorajados, mas depois de chegar em Sunderland encontramos o inimigo muito ocupado desencorajando crentes; Isso não me incomodou, porque eu tinha ido com uma mente aberta e orava muito para ser claramente convencido se havia alguma coisa lá que não revelasse a Glória de Deus que eu imediatamente teria esvaziado e protestado contra isso, mas Deus foi comigo lá, mas encontrei toda a Presença e o Poder para restaurar os crentes e curar os enfermos. Minha experiência é que isso não acontece em alguns tipos de reuniões, porque, em grande parte, eles não acreditam no Evangelho pleno, e não é nada novo para mim encontrar grandes líderes agirem contra as línguas, e eu acho que, mesmo nestes tempos, “eles não podem entrar por causa de sua incredulidade”. Eu louvo a Deus pelo Pentecostes.
No domingo de manhã, 26 de outubro, depois de esperar muito em Deus, fui ao encontro do Exército de Salvação, na Avenida Roker. Deus abençoe o Exército. Eles imediatamente me deram boas-vindas, e já percebendo sua presença no meu corpo eu ansiava pela comunhão, e quando depois de orar a Glória de Deus me cobriu. Eu estava consciente ao mesmo tempo de muita experiência que eu acredito que Daniel teve em seu décimo capítulo. Depois disso, recuperei forças para me ajoelhar e continuei neste Santo Brilho de Deus todo o dia, ainda realizando um trabalho mais poderoso a seguir. Fui a Todos os Santos, ao Serviço da Comunhão, e depois disso fui levado a esperar no Espírito, muitas coisas acontecendo nas reuniões de espera que continuaram a me levar a um sentimento de fome pela Sagrada Justiça. Por volta das onze horas da manhã de terça-feira, na casa de todos os santos, pedi a uma irmã que me ajudasse a testemunhar do batismo do Espírito Santo. Ela colocou as mãos sobre mim na presença de um irmão.
O fogo caiu e me queimou até que o Espírito Santo claramente revelou pureza absoluta diante de Deus. Nesse ponto, ela foi chamada para fora da sala, e durante sua ausência aconteceu uma maravilhosa revelação, meu corpo se tornou cheio de luz e de Santa Presença, e na revelação vi uma Cruz vazia e, ao mesmo tempo, o Jesus que eu amava adorado e coroado na glória em uma posição reinante. A gloriosa lembrança desses momentos está além da minha expressão – quando eu não conseguia encontrar palavras para expressar, então um poder irresistível me encheu e moveu meu ser até que eu encontrei a minha gloriosa surpresa: eu estava falando em outras línguas claramente. Depois disso, um amor ardente por todos encheu minha alma. Estou muito contente ao dar o meu testemunho, orando por aqueles que lutam contra esta verdade, mas estou claramente a compreender que devo sair de cada elemento incrédulo. Eu já sou testemunha de sinais e prodígios. Glorifique-o.
SMITH WIGGLESWORTH


Fonte: http://smithwigglesworth.com/index.php/smith-wigglesworth-life/baptism-in-the-holy-spirit

Nenhum comentário:

Postar um comentário