O Jornal Tocha da Verdade é uma publicação independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

c

c

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

A reverência cristã

Nos templos religiosos, muito se fala sobre reverência a Deus, mas será que a pregação tem contagiado os corações para a prática coerente dessa virtude cristã? Será que temos alcançado o real significado do termo ou temos vivido uma reverência religiosa, fria e mesquinha? O que precisamos fazer para alcançar tão venerada conduta? Qual caminho seguir?
Reverência é a atitude singular de se submeter a Deus, não só de nos curvarmos ante o altar, compreendendo Ele como a fonte do nosso ser. É postura sensata da criatura diante do seu Criador, é o reconhecimento de nossa pequenez perante o Majestoso, é a concepção de nossa finitude em razão de não termos sido nem de sermos, expressando, assim, nossa dependência devotada a Ele, a emanação de todo dom perfeito para a vida. Contagiados pelo eflúvio divino, a reverência manifestasse através do espiritual e do material do nosso ser, sujeitando nossa alma e espírito ao Pai das Luzes, assim como manifestando através do corpo o honesto senso de consagração a Ele.
Como versa o texto sagrado, o interior influencia o exterior cuja ação reflete a glória da comunhão perene e presente. Assim, ambos nos elevam a compreender a dimensão do Sagrado através da nossa insignificância, porém alcançando a significação existente no Absoluto. A venturosa e deslumbrante postura percorre o caminho do temor ao Senhor sem se intimidar ou sem se omitir. Não teremos medo de não sermos achados n’Ele, porque certamente compreenderemos que Ele reina em nós, permitindo-nos a plena liberdade em seu Nome. Apesar de nossa reverência ser real, pode manifestar-se imperfeita em alguns lapsos temporais, permitindo-nos percorrer os degraus do amadurecimento.  
Portanto, submissão trás o espírito de humildade, sobretudo porque Ele se humilhou para compreender nossa humanidade, compartilhando, da mesma forma, sua vida divina e criar um olhar desensoberbecido para contemplarmos a grandeza do Altíssimo com a mais pura reverência.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário