O Jornal Tocha da Verdade é um periódico trimestral independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Desenhos animados com ideologia lgbt

O mundo continua sua caminhada e militância pela hipervalorização do hedonismo e de paixões desenfreadas promovidas pelo movimento lgbt. E as vítimas? Crianças!
Nesses últimos dias, talvez pela festa carnavalesca, evento que faz os indivíduos se entregarem a práticas sensuais e sexuais irreverentemente, a mídia tem divulgado que a Disney lançará um longa metragem, nos próximos dias, com seu primeiro personagem homossexual em cartoons, pretendendo, obviamente, massificar essa informação, naturalizando uma prática avessa ao status biológico dos indivíduos para gerar uma imposição às crianças por meio de um discurso político e ideológico maldosamente programada.
Filmes tradicionais que não tiveram esse apelo no passado, agora trazem em versões modernas de desenhos animados beijos entre pessoas do mesmo sexo, como foi o caso de Star Wars vs. As forças do mal exibido em 23/02.
Expressamos e lamentamos tais intenções de pessoas que se entregaram à prática de pecados e que não entendem a consequência dos seus atos, principalmente por tentarem atingir crianças.Um dia, Deus prestará contas com todos esses e o que terão a dizer com essas práticas que desabonam a moral pretendida pelo Senhor para o homem?

Nosso repúdio a filmes com essa tendência. 
NÃO PERMITA QUE SEUS FILHOS(AS) ASSISTAM ESSES FILMES.

Um comentário:

  1. Covardemente (pois se tem "atacado" as crianças) o mundo vai fazendo com que esse tipo de coisa se torne normal. E em meio a esse contexto de normalização do pecado a igreja deve estar preparada para combater tais práticas.

    ResponderExcluir