O Jornal Tocha da Verdade é um periódico trimestral independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

Comunie

Comunie

terça-feira, 14 de março de 2017

Infância, transsexualidade e mídia

A rede globo de televisão exibirá, em breve, novela abordando o tema da transsexualidade, expondo uma criança de três anos a esse processo ideológico promovido pelos grupos LGBT com o aval da mídia, desconstruindo a conduta familiar tradicional e incutindo mais um modismo numa sociedade que não tem o hábito de ser crítica.
Para um grupo que se contrapõe a essa ideologia, já circula pelo Whatsap informações de cunho crítico e de preocupação com a nefasta atitude nada favorável ao desenvolvimento psicológico da criança, principalmente por ser ela alguém que está desenvolvendo seu caráter, necessitando de pai e mãe para referenciá-la nesse sentido. Se pai e mãe não cumprem seu papel, resguardando e protegendo seus filhos, não sei se merecem tais títulos e acredito que não compreendem o sentido primordial do genitor.
Na postagem, encontramos uma suposta estratégia da globo e uma orientação para negarmo-nos de assistir esse excesso e apelação televisiva. Veja o que se encontra na mensagem:

“ELES NÃO DESISTEM e não vão desistir enquanto o povo brasileiro der IBOPE para novelas e programas desse nível na qual a rede globo é a maior promotora.

PARE DE ASSISTIR A REDE GLOBO, pois com o seu ibope eles estão investindo para destruir nossa cultura e implantar uma nova completamente pervertida e funesta!

BASTA REDE GLOBO
BASTA IDEOLOGIA DE GÊNERO
BASTA FEMINISMO
BASTA ABORTO
BASTA DEPRAVAÇÃO
BASTA MANIPULAÇÃO DO POVO
BASTA NOTÍCIA DISTORCIDA
BASTA VIOLÊNCIA
BASTA, BASTA, BASTAAAA!”

É como termina a postagem.
Para concluir, circula na internet uma série de representações artísticas cujo fim é disseminar a informação de que a supracitada emissora não exerce um papel imparcial na informação. Antes, tenta massificar o que é de seu interesse a fim de naturalizar, por exemplo, as referidas concepções sobre a transsexualidade. Veja algumas das imagens associadas a ela e tire suas conclusões:








Nenhum comentário:

Postar um comentário