O Jornal Tocha da Verdade é uma publicação independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

IPC

IPC

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Hinos de firmeza espiritual


Edward Mote converteu-se aos 16 anos quando ouviu a pregação de John Hyatt. Quando entrou para a vida secular, colocou um negócio de marcenaria em Southwark, subúrbio de Londres, com seu próprio negócio. Como trabalhou com afinco e dedicação não tardou em ter muito sucesso, demonstrando um testemunho cristão honrado. Às vezes escrevia crônicas para periódicos de Londres. Com a pena afiada, dedicou-se também a poesias e a hinos. No ano de 1834 escreveu um dos mais belos hinos que hoje está no cantor cristão (HC 366), que expressava fé e confiança em Cristo. Através de sua narrativa somos colocados no clima de sua inspiração:
“Uma manhã, enquanto saía para o meu trabalho, veio à minha mente que devia escrever um hino sobre a experiência do cristão da graça do Senhor. Enquanto ia para Holbern, compus as palavras do estribilho:
A minha fé e o meu amor
Estão firmados no Senhor,
Estão firmados no Senhor. 
Durante o dia completei quatro estrofes e as escrevi.”
Num pedido de visita inesperado no domingo, Mote foi levado a casa de um membro da Igreja cuja esposa estava severamente doente. O que se apressou a fazer na tarde daquele dia. O sr. King, aquele que o convidara, o recebeu de braços abertos, pois sabia que a visita de um cristão fiel era sempre um bom remédio para atenuar as dores da enfermidade. Na ocasião, foi-lhe pedido que fizessem um “pequeno culto”, com cântico, leitura da Palavra e oração. O mais inusitado foi que esquecera seu hinário em casa, de modo que propôs algo um pouco diferente do convencional:
“Eu disse: ‘Tenho uns versos aqui no meu bolso, se quiser, podemos cantá-los’. Assim fizemos. Sua esposa gostou tanto do hino que pediu que deixasse uma cópia com ela. Depois do culto da noite, fui para casa e escrevi mais duas estrofes. Levei-as depois para aquela irmã. Estes versos foram tão bem ao encontro das necessidades daquela irmã moribunda, que mandei imprimir 1.000 cópias para distribuição. Enviei uma cópia a Spiritual Magazine (Revista Espiritual), sem assiná-la”
Edward Mote ainda escreveu mais de cem textos de hinos durante a sua vida. Muitos dos quais foram incluídos na coleção Hymns of Praise, A New Selection of Gospel Hymns, Combining All the Excellencies of Our Spiritual Poets, With Many Originals publicada por ele em 1836.
A letra do hino My Hope Is Built on nothing less than Jesus blood and righteousness foi escrito em 1834, e Mote deu-lhe o título: “A Experiência Gratificante de um Cristão”. O hino completo consistiu originalmente de seis estrofes.
Mote pastoreou sua Igreja por mais de duas décadas. Devido a uma enfermidade teve que deixar o ministério e em aproximadamente um ano foi elevado à glória por Aquele que o chamou. Mas, ele deixou uma mensagem antes de morrer: “As verdades que tenho pregado, eu as estou vivendo. Servirão muito bem para morrer, também”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário