O Jornal Tocha da Verdade é uma publicação independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

c

c

terça-feira, 22 de maio de 2018

Para os amantes do Anabatismo



A história das origens anabatistas na Suíça é bem conhecida. Em contraste, a vida e o pensamento dos anabatistas que continuaram a viver na Suíça nos últimos dois terços do século XVI permaneceram em relativa obscuridade. Uma razão para isso é que os anabatistas suíços, depois de 1530, comunicaram suas convicções através de escritos e manuscritos em vez de imprimir livros. As fontes históricas primárias relativas ao anabatismo suíço posterior são, portanto, manuscritos que devem ser localizados e lidos em arquivos locais. Este volume atual contém uma seleção de escritos que estavam sendo copiados e circulados entre os anabatistas posteriores na Suíça. O texto que domina a coleção atual, tanto em termos de extensão quanto de complexidade, é o maciço Codex 628 de 466 páginas, copiado em 1590 e contendo uma ampla amostra de material considerado significativo pelos anabatistas suíços no final do século. Os leitores deste volume têm, assim, a oportunidade de ler, em tradução, importantes acervos arquivísticos que documentam o desenvolvimento do pensamento anabatista suíço ao longo do século XVI. Esses escritos revelam um movimento religioso e social em amadurecimento, cujos membros continuaram a refletir biblicamente sobre seu chamado ao discipulado, enquanto viviam em um mundo que designava todos os hereges como adultos batizados e cidadãos desobedientes e perigosos. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário