O Jornal Tocha da Verdade é um periódico trimestral independente que tem como objetivo resgatar os princípios cristãos em toda sua plenitude. Com artigos escritos por pastores, professores de algumas áreas do saber e por estudiosos da teologia buscamos despertar a comunidade cristã-evangélica para a pureza das Escrituras. Incentivamos a prática e a ética cristã em vistas do aperfeiçoamento da Igreja de Cristo como noiva imaculada. Prezamos pela simplicidade do Evangelho e pelo não conformismo com a mundanização e a secularização do Cristianismo pós-moderno em fase de decadência espiritual.

domingo, 27 de novembro de 2016

A pregação Anabatista

A Escola Bíblica das conferências 2016 foi extraordinária. Foi um daqueles eventos de surpreender qualquer crente uma vez que os alunos do IPC transmitiram a mensagem anabatista com segurança, falando como quem autoridade e domínio sobre o assunto, além de comoverem a Igreja pela paixão com que falaram seus assuntos. Encabeçados pelo professor João Batista, Janderson, Fabiano, Heberth, Amanda, Rubens e Eduardo falaram sobre a pregação anabatista, fazendo alusão a algumas histórias registradas no “Martyrs Mirror”, relacionando-as com as diretrizes ensinadas no cânon bíblico. As histórias por eles apresentadas também podem ser encontradas nos livros “Nas Chamas por Cristo”, da Moriá Editora, e no “Incendiados por Cristo”, da LMS do Brasil. Confesso que aqueles momentos ficarão para a memória dos participantes devido à riqueza e às formas de exposição, bem didáticas e claras. A abordagem levou em consideração os aspectos apologéticos, o apego escriturístico, a centralidade de Cristo na pregação, a devoção para pregar, a dimensão profética da mensagem e a mensagem confrontadora. Destacaria entre essas a fala do irmão Rubens que ao fazer uso da palavra falou com muita versatilidade e coerência, possibilitando aos ouvintes sentirem a paixão pela qual transmitia seu conhecimento. Da mesma forma, o irmão Eduardo fez uma exposição maravilhosa, destacando no quesito confrontador da mensagem um apelo ao arrependimento dos perseguidores e pecadores e não uma provocação ou irritação, pois tomados pelas circunstâncias, os anabatistas perseguidos, encarcerados e quase condenados falavam com “ironia” aos seus algozes, fazendo-nos perceber que quem estaria com alguma autoridade eram as vítimas e não os algozes. Foi uma bênção.   

Assista alguns momentos do louvor com o irmão Fabiano:


Assista a fala inicial do prof. João Batista:




Veja algumas fotos:







Prof. João Batista

Janderson


Fabiano

Heberth

Amanda





Rubens

Eduardo




Rubens, Amanda, Fabiano, Prof. João Batista, Pr. Glauco, Heberth, Eduardo e Janderson

Nenhum comentário:

Postar um comentário